O Complexo Eólico Oitis é uma das novidades do ano de 2021 e também uma das maiores promessas para o setor elétrico brasileiro.

O novo Complexo Eólico Oitis, localizado entre os Estados de Piauí e Bahia,  é um dos maiores motivos de orgulho para o Brasil e para a Netcon Americas.

O Complexo Oitis em sua totalidade é composto por 12 parques eólicos e está previsto para iniciar as operações até 2023, tornando-se protagonista nas estratégias de transmissão de energia da Neoenergia.

Juntos, os 12 parques eólicos do Complexo Oitis terão a capacidade instalada de 566,5 MW. Em Dom Inocêncio, município do Estado do Piauí, estão localizados 10 parques do Complexo que terão capacidade de 473,0 MW. Os outros 2 estão situados em Casa Nova, município do estado da Bahia e terão capacidade de 93,5 MW.

A área total dessa construção é de 2,1 milhões de m2, isso é o equivalente a seis vezes o tamanho de um estádio de futebol como o Maracanã, ou ainda a 8% de toda a área de Fernando de Noronha.

Nessa área será gerada energia limpa e sustentável suficiente para abastecer uma população com cerca de 4 milhões de pessoas.

Este Complexo, será o maior projeto eólico terrestre na América Latina e, até então, colocará o Brasil na posição de entre os três maiores.

Os benefícios para a região serão vários e a obra trará benefícios também para a população, como a construção de 102 quilômetros de estradas na região e a geração média de 1500 novos postos de trabalho, que contribuirão para o desenvolvimento social e econômico do Nordeste brasileiro.

Para gerar energia, o sistema eólico utiliza aerogeradores, que também são conhecidos como sistema de geração eólico ou ainda como turbina eólica. A energia eólica converte a força do vento, que move as pás do gerador, em energia cinética que, por sua vez, é transformada em energia elétrica.

No Complexo OITIS, serão instalados 103 aerogeradores, de um dos modelos mais modernos e eficientes que existem no mercado global, cada um com capacidade individual de geração de 5,5MW. As turbinas para parques terrestres mais usadas tem em média a capacidade de 2MW de geração.

Juntos, o aerogerador e a torre terão cerca de 126 metros de altura, o que pode ser comparado à altura de um prédio com 25 andares. As obras de construção das fundações já estão em andamento e a estrutura da base contará com 79 toneladas de aço e de concreto.

Além das estruturas dos geradores, também será construída uma subestação e uma linha de transmissão. Essas duas últimas serão responsáveis por garantir que a energia gerada no complexo consiga chegar aos consumidores.

Todos os estados que compõem o Complexo Eólico Oitis possuem alta incidência de vento, o que torna o empreendimento estratégico e muito propício para a região.

É uma das melhores formas de conseguir energia, principalmente pelo fato de não poluir o meio ambiente, de modo que não o agrida e, como ambos são locais que possuem altas taxas eólicas, será mais fácil de conseguir maior energia com uma qualidade excepcional.

O Complexo Eólico Oitis será protagonista da estratégia de transição energética e descarbonização da companhia. Pelo fato de a energia eólica ser uma fonte limpa e renovável, em 20 anos estima-se que a descarbonização proporcionada pelo Complexo será de 1,2 milhão de toneladas de gás carbônico (CO2).

Como um comparativo, a quantidade de 1,2 milhão de toneladas de CO2 que o Complexo evitará ser emitida na atmosfera do planeta, equivale às emissões de 330 mil carros populares.

Nesse projeto de inovação e sustentabilidade que levará o Brasil a dar mais um passo rumo ao aproveitamento das energias renováveis, a Netcon estará presente em uma etapa que, além da instalação garantirá que todos os parques estejam conectados e em perfeita sincronia, ponto fundamental e de muita importância. A isso são atribuídas as ações de projetos executivos, de instalação e industrialização dos painéis que farão parte das redes corporativas e de operação além do comissionamento e treinamento dos operadores.

A Netcon Americas está contribuindo para o sucesso deste empreendimento como empresa responsável pelo fornecimento e integração de todo o sistema de telecomunicações.

A Netcon fornecerá 06 (seis) painéis produzidos em sua planta industrial, que serão equipados com equipamentos de rede Cisco e Fortinet, para compor a rede operativa, que servirá de suporte para automação, comando e controle do complexo eólico e rede corporativa.

A qualidade da solução integrada de telecomunicações do empreendimento é garantida pela Netcon, através de seus profissionais especializados e qualificados para executar com excelência todos serviços desde elaboração dos projetos construtivos e executivos, passando pelos serviços de testes de aceitação em fábrica, instalação dos equipamentos e testes de aceitação em campo, até colocação do sistema de telecomunicações em operação.

A solução integrada de telecomunicações é peça fundamental e necessária para toda a gestão da operação do empreendimento.

A Netcon Americas e a Neoenergia, em parceria, se orgulham por contribuir e elevar o Brasil a uma nova posição no patamar energético e sustentável global.